março 29, 2010

Foram as vozes...


Fui homem como tu. Sei tudo sobre os teus cansaços. Senti o peso da pele que se oferece aos rigores da Terra. A mesma pele que recebe a carícia e a ofensa. Conheci a bondade e a intolerância. Comi com santos e falei com demónios. Lutei com os meus. Fui tentado. Tive medo. Tive tanto medo.
A lua estava quase cheia no Olival quando pedi que fosse afastado de mim o cálice. Já lhe adivinhava o sabor…Foi de joelhos que aceitei que fosse feita a Sua vontade e não a minha, porque era homem e não lembrava que a vontade Dele é a Nossa.

Fui espada como tu. Dividi. Feri.Trouxe guerra a cada casa conforme as batalhas a travar. As prisões a derrubar. As escolhas a fazer. A Vontade Maior a cumprir.
Fiz a minha Mãe chorar…

Eu ateei o fogo que queima e que limpa. Eu fui desordem.
Ensinei. Quem quis ouvir ouviu. Falei perigosamente. Livremente. O poder das palavras reside no seu uso oportuno. Necessariamente corajoso. Ideia alguma foi plantada sem as forças do vento contrário. Atirei as pedras que agitaram a placidez da ignorância. E as que deram Vida.
Fui homem como tu, no meio de outros homens como nós. Escarneceram de mim. Tantos dedos apontados. Tantos braços levantados. Só porque me atrevi a ser Eu. Porque permaneci fiel ao meu plano. Porque Me ouvi e fui até ao fim do caminho. Só porque a verdade assusta. Sendo pequenos como podemos fazer coisa grandes? Se formos só homens como podemos agir como Deuses?

Fui isto e muito mais. Este é o meu testemunho. Tudo faz parte. Aceita quem és e para onde vais. Decide quem queres ser e para onde irás a seguir. Escolhe. Tranquilamente. Amorosamente. Tudo faz parte. Tecer a coroa de espinhos e usá-la.
Olha para o Alto, de onde vens, sempre que a noite estiver demasiado escura para ver os sinais. Fala comigo quando olhares ao teu redor e te achares sozinho. Escuta-me à hora do almoço naquele banco virado para a praia dos pescadores. Eu não páro de existir porque não acreditas em mim mas só o saberás quando o quiseres saber.
Reconhece-me em todas as faces… e verás.

“Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim”. E fui só um homem. Como tu.
Se tens ouvidos, ouve…

IdoMind
About The Exemple

10 comentários:

Viajante disse...

Olá IdoMInd

Tão lindo meu Deus!!!!
Não sei como o fazes, a que lugar recondido da tua alma vais buscar o que escreves, ou se o vais buscar à união de todas almas. Cada vez falas menos de ti e mais de nós
Sublime

Beijos
Viajante

IdoMind disse...

Amigo,

Foram as vozes...
Também falo de mim sabes. Isto sou eu a dizer a mim própria que sou maior, melhor, capaz de tudo. Isto sou a dizer " IdoMind Maria então, não sabes que estas e outras coisas também tu podes fazer?" ;)

E tu Viajante.

Beijos

Viajante disse...

Olá Amiga

Tu podes falar de ti mas as tuas palavras ecoam em nós todos.

Eu IdoMind? Eu acho que todos somos mais do que julgamos, uns sabem-no mais cedo e outros mais tarde.

Beijos

O Viajante

Shin Tau disse...

Ok.. ok .... está certo O_o

FINALMENTE!!!! Ahahahahha temos muito para conversar depois, afinal não sou só eu... ahahahahah

Bejufas e parabéns por finalmente ouvires sis

Maria de Fátima disse...

Olá Ido, já tinha imensas saudades de ler os teus excelentes textos.Este está lindo, lindo, lindo.Beijocas e boa Páscoa.

IdoMind disse...

Amigo

Foste tu que disseste "IdoMIM", lembras-te? :)

sabes, acho que somos elegantes.
Quando ainda bébes, os elefantes são presos por uma pata a uma estaca no chão.
Tentam soltar-se e não conseguem.
Até que deixam de tentar.
É por isso que mesmo em adultos basta a mesma estaca no chão para os manter presos.

Nós somos elefantes...grandes e fortes amarrados ao chão pelas cordas de uma educação, de uma religião, de uma manada que não nos quer águias...Porque vistos de cima temos todos o mesmo tamanho e ainda há quem precise de ser o maior.

Olha o que tu me fazes...?

Beijooooo

IdoMind disse...

Shin,

Acho que precisas de férias minha irmã...
loloool

beijos

IdoMind disse...

Mimi linda,

Obrigado.
É bom saber que não estou a enlouquecer sozinha ;)

Uma Santa Páscoa para ti e Bons Renascimentos.

Silvia Freedom disse...

Sentir que somos parte do grandioso só por respirar e despertar para UNO=TODO é mesmo de "arrepiar",,,,

O amor pode com tudo...e nós também podemos..ainda que "vestidos de carne" pois ao reconhecermos o nosso Eu Divino Somos Um com o Todo.

Lindo....revigorante.
Quem tiver ouvidos....ouça...
Salve

IdoMind disse...

Sílvia

Mesmo sabendo que é assim, preciso de escrevê-lo porque é tão fácil sentir-me pequena, impotente, sozinha....muito sozinha

E mesmo sabendo que não há cruz há dias em que lhe sinto o peso.

Nessas alturas faço o que aqui disse, falo, procuro e peço.Mais luz. Mais conhecimento. Mais amor. É preciso estarmos sempre presentes na nossa vida. Acho que o segredo se resume a isso, estarmos conscientes o tempo todo do que somos.E viver de acordo com a nossa essência.

Muitos beijinhos Sílvia e adoro tê-la aqui no jardim

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...